Laudo do Icrim acrescenta novas informações ao caso Bruno Matos

Do Imparcial

De acordo com o laudo do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim), foi Diego Polary que desferiu golpes de faca no advogado e no seu irmão, Alexandre Matos, durante a festa de comemoração da vitória do senador Roberto Rocha (PSB), em outubro de 2014.

brunnoo22A perícia aponta que foram utilizadas duas facas no crime, uma desferida nas vítimas de lesões corporais, e a outra foi a faca que matou Bruno, e que está desaparecida.

No entanto, o delegado Márcio Dominici, responsável pela investigação do caso, informou que ainda não há elementos suficientes para apontar Diego Polary como autor do crime e que ainda se pronunciará sobre os resultados.

Deixe uma resposta