Polícia Federal cumpre mais de 60 mandados em operação no Maranhão

Polícia Federal em operação no Maranhão — Foto: Divulgação / Polícia FederalA Polícia Federal deflagrou a “Operação Intramuros” na manhã desta terça-feira (15) para cumprir 32 mandados de prisão e outros 32 de busca e apreensão em São Luís, Imperatriz e Codó. O objetivo é desarticular um grupo criminoso com atuação no Maranhão no tráfico de drogas e armas, além de outros crimes relacionados as atividades criminosas do grupo.

Segundo a investigação da PF, as lideranças estão estão em presídios, mas conseguiam participar ativamente dos crimes, por isso, o nome da operação ser “Intramuros”. O saldo da operação vai ser apresentado em coletiva de imprensa, ainda pela manhã, na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal, na Avenida Daniel de La Touche, em São Luís.

As ordens judiciais cumpridas na operação foram expedidas pelo juiz Ronaldo Maciel, titular da 1.ª Vara Criminal de São Luís. Os policiais federais do Maranhão contaram com o apoio de 150 agentes de Goiás, Distrito Federal, Bahia, Rio Grande Norte, Paraíba e Amapá.

Segundo a Polícia Federal, “os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas e organização criminosa”.

Polícia Federal em combate a tráfico de armas e drogas no Maranhão — Foto: Divulgação / Polícia Federal

Polícia Federal em combate a tráfico de armas e drogas no Maranhão — Foto: Divulgação / Polícia Federal

G1 Maranhão

COMENTÁRIOS

Em novo podcast , presidente da Assembleia destaca ações em favor do Aldenora Bello e semana no Parlamento

Em seu podcast desta semana, o “Diálogo com Othelino”, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão comentou os fatos relevantes ocorridos na Casa, como a reunião para tomada de providências acerca da suspensão de alguns serviços do Hospital Aldenora Bello, o caso de suposto abuso de autoridade contra um delegado de Polícia Civil, ocorrido em Vargem Grande; a comemoração dos 30 anos da Constituição do Maranhão de 1989, a notícia de que São Luís é a capital que mais gera empregos, atualmente; e o anúncio do veto do presidente Jair Bolsonaro à lei que fortalece o combate à violência contra a mulher.

Um dos assuntos mais discutidos esta semana, a suspensão de serviços médicos no Hospital Aldenora Bello fez o presidente da Assembleia convocar reunião de urgência para tratar do assunto com os setores envolvidos.  Segundo Othelino Neto, logo que tomou conhecimento do fato, chamou para conversar sobre a situação os diretores da Fundação Antônio Jorge Dino, instituição mantenedora do hospital; o secretário de estado da Saúde, Carlos Lula, e a promotora de Saúde, Glória Mafra. A reunião contou também com a participação dos deputados Dr. Yglésio (PDT) e Helena Duailibe (Solidariedade).

“Na reunião, encaminhamos, de imediato, a volta do funcionamento dos serviços suspensos e, ainda, o compromisso de todos os deputados para disponibilizarem emendas parlamentares no sentido de ajudar na solução da crise financeira que vivencia a Fundação Antônio Jorge Dino. Pedimos à direção do Aldenora Bello que apresente uma planilha de como serão aplicados esses recursos e que seja providenciada, com urgência, a prestação de contas dos recursos repassados pelo Fundo de Combate ao Câncer para essa entidade, uma vez que essa é uma condição para que novas parcelas sejam liberadas”, esclareceu Othelino Neto.

Geração de emprego

Ainda em seu Podcast, o presidente da Assembleia disse também que recebeu com muita satisfação a notícia publicada pelo jornal O Globo, nesta semana, de que São Luís é a capital que mais gera empregos, atualmente, no Brasil. “Isto é fruto de uma política de atração de investimentos que envolve não só o Governo do Estado, mas a Prefeitura de São Luís, abrindo oportunidades para que, a partir de novos investimentos, sejam gerados mais vagas de trabalho, diminuindo assim esse que é, atualmente, um dos mais graves problemas do Brasil: o desemprego”, ressaltou.

Caso de abuso de autoridade

Sobre o caso considerado como suposto abuso de autoridade, ocorrido recentemente no município de Vargem Grande, o deputado Othelino Neto considerou um desrespeito à Assembleia Legislativa o fato de o delegado, acusado de ter cometido tal conduta, não ter atendido à convocação da Comissão de Segurança Pública da Casa. “Diante desse fato, não está afastada a possibilidade de a Assembleia instalar uma CPI para investigar este e outros casos de abuso de autoridade cometidos por esse delegado. Estamos aguardando a posição a ser tomada pela cúpula do Sistema de Segurança”, revelou.

Violência contra a mulher

Outro tema que mereceu comentário do presidente da Assembleia em seu podcast “Diálogo com Othelino” foi o anúncio do presidente Bolsonaro informando que vai vetar o dispositivo da lei aprovada pelo Senado Federal, que obriga constar nos prontuários hospitalares os casos de violência contra a mulher, bem como o registro, em até 24 horas, aos órgãos responsáveis pelo levantamento desses indicadores.

“A nossa expectativa é de que o Congresso Nacional, utilizando de suas prerrogativas e de suas responsabilidades com temas importantes como este, derrube o veto do presidente e, assim, estabeleça mais um mecanismo legal, que é o que tem acontecido no Brasil todo, para que cada vez mais se combata a violência contra a mulher e se chegue aos culpados. Só assim nós conseguiremos diminuir o alarmante índice das mais diversas formas de violência contra a mulher”, enfatizou.

30 anos da Constituição Estadual

Ainda em seu podcast desta semana, Othelino Neto destacou a solenidade de comemoração dos 30 anos da Constituição do Maranhão que acontecerá, na quinta-feira (17), às 11 horas, em sessão solene, na Assembleia Legislativa.

“Vai ser um momento de festa, de comemorar essa Constituição que garante direitos importantes e que foram frutos de anos de muita luta de gerações e gerações. Ao mesmo tempo, é um momento de enaltecermos a democracia, em especial, neste momento, quando algumas figuras que deveriam proteger e cumprir a Constituição, atentam contra as suas garantias e o Estado Democrático de Direito”, concluiu Othelino Neto.

COMENTÁRIOS

Expoema movimenta São Luís em mais um ano com apoio do Governo do Estado

A maior feira agropecuária do Maranhão chega à sua 62ª edição consolidada como o espaço de encontro, troca de experiências e negócios diversos no setor. O evento, realizado pela Associação dos Criadores do Estado do Maranhão, reúne vários expositores, promove o conhecimento, apresenta novidades em inovação e tecnologia, além de possibilitar inclusão social. O apoio do Governo do Estado se repete este ano e como novidade, os rodeios vão complementar a programação que se realiza de 20 a 27 de outubro, no Parque Independência, Tirirical.

Atração que promete reunir milhares no palco da Expoema, o rodeio é o diferencial da programação da feira este ano. A ideia, amadurecida pelos organizadores, vai passar a fazer parte do cronograma da exposição agropecuária. O rodeio foi realizado no Brasil pela primeira vez em Barretos, interior de São Paulo, em 1947, em um cercado delimitado por arquibancadas na praça central. Hoje, a cidade é conhecida como a referência em rodeios no país e mundo afora pelo espetáculo que promove com esta atração. Os rodeios vão ocorrer de 24 a 27 de outubro.

“A programação traz oportunidades para criadores, investidores e empreendedores deste ramo. É um momento para reunir as experiências, apresentar o que o Maranhão o desenvolve neste setor e realizar diversos negócios. Esperamos que seja mais um sucesso, pois se trata de um evento importante para a agropecuária do Maranhão e o Governo do Estado tem a honra de apoiar”, pontuou o secretário de Estado de Agricultura e Pecuária (Sagrima), Márcio Honaiser. A secretaria terá estande e várias atividades no local.

Além dos rodeios, a programação traz os tradicionais cursos, palestras, leilões e outras atividades na área da agropecuária e negócios, e ainda, prestação de serviços à comunidade, com o apoio de órgãos públicos como o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A preparação do espaço no Parque Independência incluiu uma série de serviços para receber criadores, expositores e visitantes. A estrutura conta com restaurante, espaço de montagem dos estandes e área destinada às atrações culturais. Ainda, para os animais em exposição, foram melhorados os estábulos, currais e outros espaços para realização de leilões.

Um espaço para a família, para o conhecimento e possibilidades de negócios agropecuários e diversão a todas as idades, avalia o presidente da Ascem, Ivaldeci Mendonça. Apoiam ainda o evento a Prefeitura de São Luís, Porto do Itaqui, Câmara de São Luís, Assembleia Legislativa do Maranhão, Federação dos Municípios do Maranhão e Tribunal de Justiça.

COMENTÁRIOS

Eleições 2020: Econométrica aponta Marco Aurélio na liderança para a Prefeitura de Imperatriz

O deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB) já surge como favorito na disputa pela Prefeitura de Imperatriz.

Pesquisa realizada pelo instituto Econométrica, após a retirada das pré-candidaturas do também deputado estadual Rildo Amaral (SDD) e do secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto (PCdoB), aponta que o comunista tem vantagem sobre os adversários em todos os cenários.

Isso deve-se ao fato do bom trabalho que o parlamentar vem desenvolvendo ao longo desses quase cinco anos de mandato como deputado estadual, onde cada vez mais, tem levado ações e serviços não só para a população imperatrizense, como para todo o estado do Maranhão.

No espontâneo, Marco Aurélio aparece com 16% das intenções de votos, contra 13,2% de Ildon Marques (PSB) e 11% do prefeito Assis Ramos (MDB). O ex-prefeito Sebastião Madeira (PSDB) tem apenas 4,8%.

Já na consulta estimulada, a votação do parlamentar do aliado do governador Flávio Dino (PCdoB) sobe ainda mais: nesse caso, Marco Aurélio tem 30,6% dos votos. Ildon Marques novamente aparece em segundo, com 27,2%, e Assis Ramos, com 15,8%, em terceiro. Madeira marca 11,4%.

Os que declararam não saber ainda em quem votar, que não responderam, ou que declararm votar nulo são 9,6%.

Rejeição

O deputado comunista também aparece melhor que seus concorrentes diretos no quesito rejeição.

Segundo a pesquisa, apenas 13,6% dos entrevistados disseram não votar em Março Aurélio de jeito nenhum.

O mais rejeitado em Imperatriz é o prefeito Assis Ramos, com 42,8%, seguido por Sebastião Madeira (31%) e Zé Carlos Pé de Pato (30,4%).

Expectativa

Marco Aurélio também é apontado pelos eleitores imperatrizenses, segundo o Instituto Econométrica, como aquele que tem mais chances de se eleger.

Para 34,6% dos entrevistados, é o comunista quem sairá vitorioso da eleição do ano que vem na cidade.

Outros 25,8% citaram Ildon Marques nesse caso.

A pesquisa Econométrica ouviu 600 eleitores de Imperatriz entre os dias 7 e 9 de outubro, sendo, portanto, o mais atual e detalhado levantamento sobre a corrida sucessória da cidade.

A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais, ou para menos.

Do Blog do Gilberto Leda, com edição!

COMENTÁRIOS

HTO contabiliza mais de 200 mil atendimentos e procedimentos em dois anos

O Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) completou, nesta quinta-feira (11), dois anos de serviços prestados à população maranhense. A unidade registrou mais de 200 mil atendimentos e procedimentos no período, sendo 6.520 cirurgias.

A unidade contabilizou, ainda, 79.284 atendimentos em consultas médicas e multiprofissionais, 6.459 internações e 109.622 exames médicos.

“Para o Governo do Estado, o HTO representa uma referência para todo o Maranhão. Além de abrir hospitais e serviços médicos, o nosso compromisso é cuidar da vida das pessoas, pois não basta ter uma boa estrutura, é preciso olhar para o paciente como alguém especial. Dois anos de instituição significa dois anos de dedicação”, disse a secretária adjunta de Assistência à Saúde da SES, Carmen Belfort.

Profissionais, pacientes e seus familiares celebram dois anos de assistência do HTO (Foto: Márcio Sampaio)

O HTO possui 44 leitos, sendo 30 destinados à ortopedia e traumatologia, dois para pediatria cirúrgica, dois de pediatria clínica e 10 para UTI adulto.

“A integração de toda a equipe é o que faz do serviço ofertado pelo HTO algo diferenciado. Além do atendimento técnico e científico, de acordo com a necessidade da pessoa, procuramos trazer conforto e alento durante a sua passagem pela unidade hospitalar”, afirmou o diretor geral do HTO, Odair Tostes.

De acordo com o coordenador do setor de Ortopedia do HTO, Newton Gripp, a unidade da Rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) aposta na qualidade dos serviços ofertados.

Valdinê dos Santos fez a primeira consulta no HTO (Foto: Márcio Sampaio)

“No primeiro ano de funcionamento, o HTO realizou mais de 3 mil cirurgias, isso tudo tendo como contexto o cenário de crise instalada no País. Em 2019, chegamos à marca de mais de 6.500 cirurgias realizadas, o que corresponde a um crescimento de 23% em comparação ao ano passado. Isso tudo coroa o foco do nosso atendimento: o paciente”, pontuou Gripp.

Em junho deste ano, o Instituto Interpreta realizou uma pesquisa que mostrou aprovação de 97% dos pacientes atendidos no HTO.

A pesquisa também mostrou que 88% dos entrevistados avaliaram que a inauguração do hospital melhorou o atendimento ortopédico para a população. A pesquisa sobre o HTO foi feita entre os dias 23 e 25 de maio com 400 pessoas.

Segundo Maria Cardoso, de 65 anos, o tratamento no hospital é o diferencial.  Vítima de acidente de moto, a paciente completou um mês de assistência no HTO. “Depois de ter sofrido o acidente fui levada para o Socorrão, e em seguida transferida para cá. Passei pelas cirurgias e posso dizer que a forma com que me tratam é muito boa”, comentou.

Natural do município de Urbano Santos, Valdinê dos Santos, de 55 anos, está na expectativa por iniciar o seu tratamento no HTO. “A recepção aqui é ótima. Sofri um acidente de moto no início do ano, em fevereiro fiz a cirurgia no Socorrão II para colocação dos pinos na perna. Hoje é a minha primeira consulta; vou fazer o raio-X e espero que tudo dê certo”, comentou.

COMENTÁRIOS

Eleições 2020! Pastor Jânio confirma pré-candidatura a Vereador de São Luís

É bem verdade que ainda faltam 12 meses para as eleições municipais de 2020, mas as articulações em torno de pré-candidaturas caminham a todo vapor. E, no momento em que a comunidade evangélica se esforça para encontrar novas lideranças políticas capazes de se mostrar eleitoralmente viáveis, o Pastor Jânio Monteiro ganha apoio de várias lideranças religiosas para entrar na disputa eleitoral do ano que vem.

Jânio Monteiro é natural de Colinas, interior do Estado do Maranhão. É Pastor da Igreja Batista da Ilha, Professor, Psicólogo com Pós Graduação em Análise do Comportamento Aplicada – ABA. É casado com Zeneide de Souza Monteiro e pai de 05 filhos.

Em primeira mão, Jânio Monteiro, assumiu que será candidato a uma vaga de Vereador na capital maranhense em Outubro de 2020. No entanto, o pré-candidato ainda não sabe por qual sigla disputará a eleição, que promete ser uma das mais concorridas dos últimos anos.

COMENTÁRIOS

Eleições 2020! Pastor Jânio confirma pré-candidatura a Vereador de São Luís

É bem verdade que ainda faltam 12 meses para as eleições municipais de 2020, mas as articulações em torno de pré-candidaturas caminham a todo vapor. E, no momento em que a comunidade evangélica se esforça para encontrar novas lideranças políticas capazes de se mostrar eleitoralmente viáveis, o Pastor Jânio Monteiro ganha apoio de várias lideranças religiosas para entrar na disputa eleitoral do ano que vem.

Jânio Monteiro é natural de Colinas, interior do Estado do Maranhão. É Pastor da Igreja Batista da Ilha, Professor, Psicólogo com Pós Graduação em Análise do Comportamento Aplicada – ABA. É casado com Zeneide de Souza Monteiro e pai de 05 filhos.

Em primeira mão, Jânio Monteiro, assumiu que será candidato a uma vaga de Vereador na capital maranhense em Outubro de 2020. No entanto, o pré-candidato ainda não sabe por qual sigla disputará a eleição, que promete ser uma das mais concorridas dos últimos anos.

COMENTÁRIOS

Jornalista denuncia abuso e agressão de suposto segurança do Supermercado Mateus

O jornalista, blogueiro e produtor de conteúdo digital Udes Cruz Filho, usou o seu perfil na rede social Facebook para divulgar um vídeo e denunciar agressão, abuso de autoridade e constrangimento ilegal sofridos por ele no interior do Mateus Supermercados, no bairro da Cohab, na noite de quarta-feira (2) de outubro.

Udes explicou que se encontrava na fila do caixa, em companhia de sua esposa, quando notou uma movimentação atípica e seguindo seus instintos de profissional de imprensa, preparou o seu celular e começou a filmar a ocorrência, que envolvia um suposto policial militar / segurança, descaracterizado e armado e um homem que portava uma faca, adquirida no interior do próprio supermercado.

“Alguns funcionários caracterizados informaram que o segurança do estabelecimento se tratava de um policial à paisana, mas continuei a fazer a filmagem […] Quando ele percebeu que a situação estava sendo filmada, demonstrou mais preocupação comigo do que com o homem que portava a faca. O segurança / PM se voltou em minha direção, se identificando verbalmente como policial militar e exigindo que eu parasse de filmar a ação, pois, segundo ele, eu não estava autorizado a fazer a gravação”, explicou Udes.

Além do segurança / policial, outros funcionários caracterizados demonstraram mais preocupação com a filmagem do que com o homem com a faca. “Informei ser um profissional de imprensa, mas as ordens para parar de filmar continuaram e junto das ameaças de que eu teria que ser conduzido até a delegacia”.

Udes relata que continuou a filmar até que o segurança/policial, com a ajuda de outros funcionários, em um ato de agressão, derrubou o celular de suas mãos e atentando contra a liberdade de expressão e liberdade de imprensa, confiscou o aparelho.

Veja o vídeo abaixo:

O homem com a faca ficou em segundo plano e foi convencido a entregar a faca por outros clientes que estavam no local, inclusive, o próprio jornalista.

Após o incidente, o segurança/PM tentou devolver o aparelho, mas o jornalista teria dito que só receberia das mãos dele na delegacia. Segurança sumiu logo após ouvir a negativa.

“Procurei então alguém do supermercado para pedir esclarecimentos. Uma mulher, que se apresentou apenas como Maria (se negando a dar o sobrenome), se qualificando como gerente, apesar de ter presenciado tudo, disse que não sabia de nada, que não conhecia ninguém, não sabia dizer o próprio nome completo. Mas estranhamente foi das mãos dela que recebi o celular, levado pelo segurança / policial.”

É importante ressaltar, que filmar uma ação policial é o exercício pleno do direito fundamental da liberdade de expressão e pode ser um ato de fiscalização da atuação do poder público.

Udes informa que acionará a Justiça em busca de reparação, para que o respeito ao cidadão, ao cliente e ao profissional de imprensa e a Liberdade de Expressão prevaleçam.

COMENTÁRIOS

Assembleia prepara sessão solene para comemorar os 30 anos da Constituição do Maranhão

Assembleia prepara sessão solene para comemorar os 30 anos da Constituição do MaranhãoA Assembleia Legislativa do Maranhão realizará no próximo dia 17, às 11 horas, sessão solene para comemorar o transcurso dos 30 anos da promulgação da Constituição Estadual do Maranhão. O presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), informou que a Mesa Diretora está providenciando todos os detalhes para que a cerimônia tenha um caráter bastante especial, inclusive com homenagem aos deputados maranhenses constituintes à época. A Assembleia Legislativa promulgou a atual Carta Estadual no dia 5 de outubro de 1989.

Othelino informou ainda que, durante a sessão solene, ocorrerá o lançamento da “Constituição Estadual revisada e anotada”, produzida pelo Grupo de Estudo da Constituição do Maranhão, presidido pelo deputado Neto Evangelista (DEM).

“Esta sessão solene terá esse emblema, de homenagear as nossas leis, a nossa Constituição, que deve ser esse um marco para todos nós. Homenagearemos a Constituição e os parlamentares que a aprovaram à época. O evento vai ser um momento historicamente importante e especial para o Maranhão”, destacou o presidente da Assembleia.

O deputado acrescentou também que é fundamental a valorização desses momentos históricos, uma vez que a Constituição se configura como o norte essencial para todos os brasileiros e, em especial, para os parlamentares, que é quem tem a prerrogativa constitucional de legislar.

“Em tempos em que se procura desestabilizar o Estado Democrático de Direito, onde alguns que deveriam zelar pela paz e a harmonia no país, divulgam mensagens, por exemplo, pedindo o fechamento do Supremo Tribunal Federal ou do Congresso Nacional, isso aumenta a importância de nós cultuarmos a nossa Constituição. Afinal, esse deve ser o parâmetro de todos os cidadãos”, ressaltou Othelino.

Data histórica

Promulgou em 5 de outubro de 1989, a atual Constituição Estadual é a sexta Carta Magna da história do Maranhão e a quarta do período republicano. Foi promulgada pela Assembleia Estadual Constituinte com um total de 327 artigos, aí incluídos os 48 das Disposições Provisórias.

Durante a sessão solene do dia 5 de outubro de 1989 foi celebrado o compromisso para assegurar a aplicabilidade da nova Carta pelos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, mediante juramento prestado pelo então governador Epitácio Cafeteira, pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado à época, desembargador Emésio Araújo, e pelo então presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ivar Saldanha.

Por esta nova Constituição, o Poder Executivo perdeu muitos dos poderes que concentrava, passando a dividir responsabilidades com o Poder Legislativo, que recebeu de volta muitas das suas prerrogativas, de modo a exercer um papel fiscalizador em relação aos demais poderes.

Com a Constituição Estadual atual, a Assembleia Legislativa passou a discutir sobre matéria financeira, que até então era uma prerrogativa exclusiva do Poder Executivo. Além disso, a nova Carta Magna criou a Defensoria Pública, incumbida da missão de prestar orientação jurídica e a defesa dos necessitados.

Previu também a criação de 81 novos municípios, que mudaram o mapa geopolítico do Maranhão. Além dos novos municípios, um dos projetos mais polêmicos e que foi aprovado pela Constituição Estadual foi o que estabeleceu a criação da Região Metropolitana de São Luís.

Três deputados constituintes de 1989 – Zé Gentil, Gastão Vieira e Ricardo Murad – participaram das eleições de 2018.

Entre os 42 parlamentares que participaram da elaboração da atual Carta Magna Estadual de 1989 estão Anselmo Ferreira, Aristeu Barros, Bete Lago, Carlos Braide, Carlos Guterres, Carlos Melo, Celso Coutinho, Cesar Bandeira, Conceição Andrade, Daniel Silva, Eduardo Matias, Emanoel Viana, Francisco Camelo, Francisco Martins, Galeno Brandes, Gastão Vieira, Inácio Pires, Irineu Galvão, Ivar Saldanha, João Bosco, Jorge Pavão, José Bento Neves, José Elouf, José Genésio, José Gentil, José Gerardo, Juarez Lima, Juarez Medeiros, Juscelino Resende, Kleber Carvalho Branco, Luís Coelho, Marcony Farias, Mário Carneiro, Pedro Vasconcelos, Petrônio Gonçalves, Pontes de Aguiar, Raimundo Cabeludo,  Raimundo Leal, Raimundo Nonato Jairzinho da Silva, Remi Trinta, Ricardo Murad e Sarney Neto.

COMENTÁRIOS

Acusado de mandar matar ex-Prefeito Nenzin consegue habeas corpus na justiça

Mariano Filho é considerado um dos suspeitos da morte do próprio pai, o ex-prefeito de Barra do Corda. — Foto: Reprodução/TV MiranteA 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) deferiu nesta segunda-feira (7) o pedido de habeas corpus para Manoel Mariano Filho, o Júnior Nenzim, acusado de matar o pai o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Souza, o Nenzim em dezembro de 2017, na zona rural do município.

Com a decisão, Manoel Mariano Filho vai responder ao processo em liberdade, enquanto aguarda o julgamento. O acusado estava preso desde dezembro de 2017, após ter sido apontado como principal suspeito de ter assassinado o pai.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, no dia do crime, Manoel Mariano era a única pessoa que estava com o pai. Informações iniciais apontavam a presença de dois homens em uma moto como possíveis assassinos do ex-prefeito, mas a versão foi negada após a realização de laudos periciais.

Mais de 20 testemunhas foram ouvidas. Após a finalização do inquérito, Manoel Mariano foi denunciado pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA).

COMENTÁRIOS