Governo do Maranhão conclui licitação e vai começar a construir o Socorrão da Ilha

 O Governo do Maranhão deve autorizar nos próximos dias o início das obras do Hospital de Urgência e Emergência da Ilha, no bairro do Turu, em São Luís. Batizado popularmente de Socorrão da Ilha, a unidade vai desafogar os Socorrões municipais.

“A gente finalizou a licitação e em breve assina a ordem de serviço para começar o hospital. Nos próximos dias teremos o início da obra na Avenida São Luís Rei de França”, diz o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, durante entrevista à Rádio Nova 1290 Timbira.

Além disso, o Governo do Maranhão também vai, em breve, liberar os recursos para as obras de reforma do Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão 2). A unidade é gerida pela prefeitura de São Luís. “A gente aceita de cabeça erguida esse desafio de melhorar também as unidades do município”, afirma o secretário Carlos Lula.

“Nos próximos dias a gente vai assinar a determinação para fazer a reforma do Socorrão 2. A gente vai fazer obra para dar mais condições para a população que está lá. Hoje nós temos vários leitos fechados por conta de problemas estruturais”, acrescenta o secretário.

Devem ser investidos cerca de R$ 2 milhões na reforma do hospital. A unidade, que atualmente atende pacientes da capital e do interior, ganhará 10 leitos de UTI, 42 leitos clínicos/enfermaria e quatro salas de centro cirúrgico.

Recursos próprios

Durante a entrevista à Timbira, o secretário de Estado da Saúde frisou que o Maranhão tem inaugurado e mantido diversos grandes hospitais com recursos próprios. “Abrimos sete hospitais regionais, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, o Sorrir, o Ninar. A União não fez repasse. Tudo está sendo bancado com recursos estaduais”, disse o secretário.

“Nós temos, mais ou menos, todos os meses, de R$ 105 milhões a R$ 120 milhões dos cofres do Estado para a Saúde. E R$ 20 milhões da União. Estamos bancando seis vezes mais por mês o que repassa a União”, acrescentou.

Carlos Lula acrescentou que nas próximas semanas serão inaugurados o Hospital de Chapadinha e a Maternidade de Colinas.

Deixe uma resposta