Após confirmada agressão de Cabo Campos à esposa, parlamentar pode ter mandato cassado

O deputado estadual Cabo Campos, que também é policial militar, como dizem, “terminou de se acabar”. Se o parlamentar já não fazia nada enquanto representante do povo maranhense, e não se dando por satisfeito com isso, resolveu agredir sua esposa, de nome Maria José Campos.

O caso aconteceu desde o começo de Fevereiro, mas só veio a tona esta semana.No dia 04 de Fevereiro, Maria José, sua companheira há exatos 26 anos, registrou um boletim de ocorrência  na Delegacia Especial da Mulher, onde relatou que, depois de uma discussão, foi atingida com golpes na cabeça e na boca, na presença de dois filhos. O caso foi encaminhado ao Tribunal de Justiça do Maranhão, pois o deputado tem prerrogativa de foro.

A partir de decisão do TJ, assinada pelo desembargador José Luiz Almeida, Cabo Campos está proibido de entrar em casa desde o dia 9 de fevereiro. Também foram expedidas outras medidas protetivas em favor da esposa dele. O parlamentar está proibido de chegar a menos de 200 metros dela e tentar qualquer tipo de comunicação.

A Procuradoria da Mulher na Assembleia Legislativa do Maranhão, emitiu nota de esclarecimento e repúdio na qual afirma que, uma vez formalizada a denúncia contra o deputado no Ministério Público do Maranhão, vai pedir a abertura de processo disciplinar na comissão de ética da casa por quebra de decoro parlamentar.

Na nota, a procuradora e deputada Valéria Macedo afirma ainda que a prática de violência doméstica por um parlamentar, constitui quebra de decoro suficiente para ter um mandato cassado. Para ler a nota na íntegra, acesse aqui.

O deputado Cabo Campos, que não aparece na Assembleia já há alguns dias, até agora, não se pronunciou.

Deixe uma resposta