Trabalhadores da indústria são vacinados contra a Covid-19

O Governo do Estado iniciou, nesta quinta-feira (27), a vacinação de trabalhadores da Indústria contra Covid-19. Trabalhadores de empresas do setor estão sendo vacinados, considerando que esse grupo de profissionais foi incluído no Programa Nacional de Imunização (PNI) como prioritário. A ação integra as iniciativas do Governo do Maranhão para acelerar a imunização contra a Covid-19 no estado e minimizar os impactos da pandemia na economia.

O presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Marcos Grande, acompanhou a vacinação dos profissionais. “Viemos reforçar a responsabilidade que o Governo do Estado tem tido com a nossa população. Queríamos estar já com mais de 50% da nossa população vacinada, mas o governo tem como meta ajudar os municípios para que as vacinas cheguem o mais rapidamente possível no braço do maranhense. Por isso, estamos com essa força-tarefa, sempre com o cuidado de cumprir o Programa Nacional de Imunização”, comentou o presidente da Emserh, Marcos Grande.

A engenheira Mônica Cavalcanti Coutinho, 48 anos, foi a primeira a ser vacinada. “É uma benção a gente ter a oportunidade de ter a vacina, e aqui na empresa. Eu achei maravilhoso”, disse a engenheira.

O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo; e o secretário adjunto de Articulação Institucional da Secretaria de Estado da Saúde, Tiago Fernandes, também acompanharam a ação.

“O trabalho desse setor é de grande relevância para que nós possamos ter movimentação econômica, geração de emprego e para que nós ocupemos um espaço importante tanto em âmbito de estado como de Brasil”, ressaltou Simplício Araújo.

O secretário adjunto de Articulação Institucional da SES, Tiago Fernandes, reforçou que a vacina é mais que uma dose de esperança. “Mesmo com as dificuldades que o Brasil tem passado com o acesso à vacina, temos esperança de que a gente possa estar ampliando a cobertura vacinal com algumas estratégias que estão sendo desenvolvidas, cumprindo o Programa Nacional de Imunização. Que a esperança que se instalou hoje aqui seja alastrada também para outras indústrias no Maranhão”, disse o secretário adjunto.

Deixe uma resposta