Setembro Amarelo: Seplan promove palestra e discute saúde mental

Cuidados com a mente, quebra de preconceitos e mitos, transtornos mentais e suicídio como questão de saúde pública, foram alguns dos temas abordados durante palestra realizada para os servidores da Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan), na tarde desta quinta-feira (30), encerrando as comemorações da campanha Setembro Amarelo.

A subsecretária Caroline Sousa, que fez a abertura do evento, falou sobre a importância de se debater esse tema dentro das empresas e órgãos públicos.

“Todo e qualquer ato de solidariedade, palavras de carinho, atenção e cuidado, são importantes para com o próximo. O ser humano precisa se sentir valorizado, precisa desenvolver um relacionamento saudável dentro e fora de casa, e tudo isso foi abordado aqui de maneira leve e com demonstrações interessantes de como agir em alguns casos que demandem algum tipo de interferência humana. Estamos nesse mundo para nos ajudar não só em uma época do ano, mas sim, em todo o tempo”, destacou a subsecretária.

A palestra foi ministrada pela psicóloga Elizabeth Dias, que também falou de como a sociedade se posiciona diante da campanha.

 “Hoje as pessoas têm muitas informações, principalmente na internet, e especificamente essas informações das campanhas que são direcionadas para a saúde mental já tem um efeito positivo sim. Cada vez mais as empresas estão aderindo sobre a importância das campanhas, é algo que tem sido bem propagado, muito efetivo. De acordo com o IBGE, o suicídio ocorre mais entre os jovens, de 18 a 30 anos e do sexo masculino. Um dos motivos é a questão cultural que envolve o homem, que ele não chora, que ele não pode demonstrar seus sentimentos e isso tudo vai mexendo com a cabeça deles, por isso precisamos ficar atentos sempre”, enfatizou a profissional da saúde.

A servidora Gyvian de Azevedo Januário, chefe do Protocolo do Gabinete, destacou como positiva a iniciativa da palestra e até citou um caso onde, de certa forma, vivenciou um acontecimento dentro do ambiente de trabalho.

“Nós como servidores só temos que elogiar esse tipo de iniciativa, pois mostra todo um cuidado para conosco, que fazemos parte da Seplan, porque aqui é uma família, e família precisa cuidar um do outro. Infelizmente, hoje em qualquer meio existe esse problema da dor, da depressão, e no nosso setor tivemos uma pessoa que apresentou sinais e conseguimos identificar esse problema e ajudar, levando no médico, e hoje ele é outra pessoa. É importante porque a gente consegue desenvolver esse trabalho com oS colegas, e diante da situação que estamos passando com a pandemia, muitas pessoas desempregadas, passando por dificuldades, isso tudo gera esses coisas ruins, e diante de tudo isso, esse tipo de palestra, conhecimento, dentro do nosso ambiente de trabalho é muito importante, pois nos capacita para agir na hora certa e até mesmo, ajudar a salvar vidas”, ressaltou a servidora.

Deixe uma resposta