Por orientação médica, Bolsonaro não vai ao debate na Globo desta quinta-feira (04)

Responsável pelo tratamento médico do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), o cirurgião Antônio Macedo vetou a participação do candidato no debate presidencial da TV Globo amanhã, no Rio de Janeiro, o último antes do primeiro turno das eleições. De acordo com Macedo, Bolsonaro está se recuperando bem, mas não tem condições físicas de passar “muito tempo discutindo”.

“Depois da nossa avaliação clínica nós contra-indicamos a participação em debates ou em qualquer atividade que pudesse cansá-lo, obrigá-lo a falar por mais de dez minutos”, afirmou Macedo a jornalistas. O médico afirmou temer que Bolsonaro tenha problemas de saúde, caso se canse demais. “[Ele] ainda não tem condições de ficar por mais de dez, quinze dias”.

Os especialistas falaram que o deputado mostrou vontade de participar, mas que ele não costuma desrespeitar ordens médicas.

Os médicos estimam que na semana que vem o candidato estará recuperado plenamente para retomar as atividades de campanha. “Podemos observar que a recuperação dele está indo muito bem”, destacou o cirurgião.

“Ele é um paciente que acatou todas as decisões médicas até o momento, com uma brilhante recuperação”, reforçou o cardiologista Leandro Echenique.

Os médicos explicaram que Bolsonaro termina nesta quarta-feira a terapia com antibióticos. “Não tem infecção, e ele está sem curativo”, disse Macedo.

Deixe uma resposta