Morre seu Lunga, um dos ícones da cultura nordestina

Morreu na manhã deste sábado (22), aos 87 anos, o sucateiro que se tornou um dos ícones da cultura popular nordestina, Joaquim Santos Rodrigues, mais conhecido como “Seu Lunga”. O nordestino, que há seis meses atrás foi submetido a uma cirurgia no esôfago, morreu em decorrência de um câncer no esôfago.

A previsão é que o corpo seja velado na Capela de São Vicente, em Juazeiro no Norte, próximo à sua residência. O sepultamento deve ocorrer no Cemitério do Socorro. Os horários ainda não estão definidos.

Seu Lunga, que deixa esposa e mais 13 filhos, era um poeta, vendedor de sucata e repentista do Juazeiro do Norte, e ganhou notoriedade pelo seu temperamento forte, tornando-se um personagem do folclore nordestino. Seu apelido veio de uma vizinha que lhe chamava de Calunga, devido a sua loja. Com os passar dos anos ficou apenas Lunga.

 

Deixe uma resposta