Maranhão recebe nova remessa de vacinas contra a Covid-19 e chega a 4 milhões de doses

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), recebeu, nesta quinta-feira (1º), mais um lote de vacinas para dar continuidade à campanha de imunização contra a Covid-19 no Maranhão. São 26.910 vacinas da Pfizer para dar continuidade à imunização dos maranhenses. Com esta remessa, o estado ultrapassa a marca de 4 milhões de doses recebidas desde o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

“Conforme orientação do Ministério da Saúde, a nova remessa de vacinas Pfizer é destinada à aplicação da primeira dose em população privada de liberdade, além de pessoas de 59 a 55 anos. Os municípios seguem a orientação de acordo com a realidade local, podendo dar continuidade à vacinação por idade, conforme a cobertura dos públicos-alvo”, afirma Halice Figueiredo, chefe do Departamento de Controle das Doenças Imunopreveníveis da SES.

Os novos lotes foram encaminhados para a Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos do Maranhão, vinculada à SES, responsável pela distribuição dos imunizantes aos municípios maranhenses. Para garantir a conservação adequada da vacina, as doses foram armazenadas em ultrafreezers, aparelhos que podem chegar à temperatura de –86 °C.

Na noite de quarta-feira (30), o Maranhão já havia recebido outro lote com 46.750 doses da vacina AstraZeneca destinadas à aplicação da primeira dose no público de trabalhadores industriais e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso.

Outro assunto destacado pela chefe do Departamento de Controle das Doenças Imunopreveníveis da SES, Halice Figueiredo, foi a diminuição da quantidade de doses enviadas pelo Ministério da Saúde, o que, consequentemente, reflete na diminuição da quantidade de imunizantes que chegam aos municípios maranhenses.

Halice Figueiredo, chefe do Departamento de Controle das Doenças Imunopreveníveis da SES, detalhou a distribuição dos imunizantes (Foto: Márcio Sampaio)

“Dessa forma, não podemos distribuir a mesma quantidade que distribuímos quando recebemos, por exemplo, 160 mil doses de imunizantes. Outra particularidade é o público-alvo, que é estipulado pelo Ministério da Saúde. Assim, os municípios recebem as doses de acordo com a quantidade daquele público-alvo, impossibilitando assim a distribuição em partes iguais”, esclareceu Halice Figueiredo.

A distribuição das doses conta com o apoio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), através do Comando Tático Aéreo (CTA), que faz o transporte das vacinas com o uso de helicópteros e avião, e da Polícia Militar, responsável pela segurança no deslocamento. Para o transporte das vacinas, das regionais aos municípios, também são utilizadas vans refrigeradas.

Com a nova remessa, o Maranhão totaliza 4.001.110 doses recebidas, sendo 1.304.540 doses da CoronaVac, 2.319.850 doses da AstraZeneca, 334.620 doses da Pfizer e 42.100 doses da Janssen.

Deixe uma resposta