Mais uma dor de cabeça para Edivaldo Jr

Tempos nebulosos se formam sobre o Palácio Lá Ravardiére, e pelo que se desenha, o prefeito Edivaldo Holanda Jr terá mais dores de cabeça nesta semana que se inicia. O Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís – SINFUSP/SL, decidiu por unanimidade, deflagrar indicativo de greve, com grande mobilização a acontecer na próxima segunda-feira, 20, em frente a Câmara Municipal.  O anúncio foi feito durante Assembleia Geral Específica, realizada na tarde da última sexta-feira (17). A presidente do SINDEDUCAÇÃO – Elizabeth Castelo Branco e o presidente – licenciado – do SINDJUS/MA – Aníbal Lins, também fizeram questão de participar do ato, em demonstração de apoio irrestrito à categoria.

sinfusp

Durante o encontro, os servidores, revoltados com a proposta vexatória de reajuste salarial 2016 de apenas 2% oferecido pela Prefeitura de São Luís, manifestaram de forma bastante calorosa decepção e insatisfação com a revisão salarial, que nem de longe contempla a classe. O SINFUSP/SL, desde a 1° reunião de negociação com o Executivo, apresentou proposta de 15% de aumento para os servidores, mas, infelizmente, foram surpreendidos com a contraproposta indecorosa de 2% apresentado, completamente abaixo do índice inflacionário.

Representando a categoria dos profissionais da saúde, o médico Allan Garcês, do Socorrão I, defendeu que o SINFUSP/SL está forte dentro das bases e classificou o reajuste de 2% como imoral. Somos a categoria de funcionários públicos municipais e merecemos respeito. Queremos o que é justo e o que é nosso por direito. Acredito que no país, nenhum gestor teve a imbecilidade de oferecer um reajuste imoral como esse e a gente não aceita. Quero dizer que os médicos do Socorrão I vão paralisar sim”.

“Nós não podemos aceitar esses 2% como aumento. O prefeito é desrespeitoso e está querendo nos enrolar. Essa é uma proposta que está é nos empobrecendo, pois só a inflação está muito acima dela. Precisamos mostrar para o prefeito que temos valor e que temos força”, revoltou-se outro servidor.

Ao final da Assembleia, os servidores aprovaram o indicativo de greve que vai ser encaminhado à Prefeitura e, na oportunidade, foi criada uma Comissão de comando de greve.

Mobilização

O SINFUSP/SL convoca todos os servidores municipais para um Ato de mobilização em frente a Câmara Municipal, na segunda-feira, 20, a partir das 8 horas da manhã, em repúdio à mensagem do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) de reajuste salarial de 2% para votação e aprovação na Legislativo Municipal.

Sem dúvida nenhuma, mais uma bomba prestes a explodir no colo do prefeito em pleno ano eleitoral.

Aguardemos cenas dos próximos capítulos!

3 Resposta para Mais uma dor de cabeça para Edivaldo Jr

Deixe uma resposta