Governo inaugura Estrada do Arroz

“Eu hoje estou feliz! Eu moro aqui há 30 anos e esse era um sonho meu, um dia essa estrada sair”. Moradora do povoado de Petrolina, em Cidelândia, a dona de casa Raimunda de Jesus comemorou a entrega da estrada que passa na frente de sua casa, a MA – 386. A rodovia Padre Josimo, mais conhecida como Estrada do Arroz, era um problema para a mobilidade dos moradores e desenvolvimento da região.

estradaarroz

“Quando eu ia para Imperatriz (a 57km do povoado) era um sufoco. Eu saia de manhã e chegava 11h da noite, 1h da manhã. Porque que eu chegava uma hora dessa? É porque não tinha estrada. A estrada era de chão, o carro atolava, a gente ia puxar para desatolar, colocava pedra debaixo dos pneus para poder chegar aqui”, relembrou dona Raimunda.

Com a entrega da estrada, o tempo gasto no deslocamento mudou o ritmo de vida na região, já que os moradores da cidade vizinha não precisam perder um dia inteiro na estrada, como contou a moradora. “Hoje eu estou feliz porque a estrada saiu. Agora, nós vamos para Imperatriz de manhã, dá tempo de comprar a carne, voltar e ainda fazer a carne para o almoço”, contou.

A estrada

Há 46 anos reivindicada pela população, a rodovia Padre Josimo – Estrada do Arroz recebeu investimentos de R$ 50 milhões do Governo Estadual e foi entregue neste sábado (16), no conjunto de obras preparadas para o aniversário de Imperatriz, como afirmou o governador Flávio Dino.

estrarroz22

“Estamos aqui saudando simbolicamente todos aqueles que durante décadas lutaram por essa estrada. Há mais de 40 anos se falava desse sonho da Estrada do Arroz. Quando assumimos, essa obra não estava acabada. Fizemos mais de 80%, quase 90% feita no nosso governo com investimento de quase R$ 50 milhões, que somados às obras que estamos entregando hoje são mais de R$ 100 milhões em Imperatriz e na Região Tocantina”, detalhou o governador.

No total, foram 44 km da via pavimentada e mais 11 km totalmente recuperados. A reestruturação da Estrada do Arroz alcançou as pontes Cinzeiro I e II, no povoado Esperantina I. A obra incluiu interligações por pontes nos povoados de Cinzeiro I e II, Pequizeiro e São Feliz; e passagens de concreto sobre os rios Angical, Olho D’aguinha, Bom Jesus e Domingão. Foram recuperados ainda 70km de estradas vicinais, do Centro de Imperatriz e da BR-010 que ligam as comunidades à Estrada do Arroz. A estrada também foi alargada de sete para 13 metros.

Deixe uma resposta