Frota de ônibus é reduzida e Universidades suspendem aulas

No oitavo dia de protesto dos caminhoneiros no Maranhão, os reflexos já podem ser observados em diversos setores no estado. Nesta segunda-feira (28), a frota de ônibus foi reduzida em 70% na capital, de acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís (SET). Além disso, os campus de universidades no Maranhão decidiram paralisar as suas atividades por conta da falta de combustível.

Mesmo após o anúncio do presidente Michel Temer no domingo (27) de que atendeu todas as reivindicações dos caminhoneiros, a categoria segue concentrada em diversos pontos de rodovias no Maranhão.

Entre as medidas anunciadas pelo o governo está a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias, e a isenção de pegamento de pedágio para eixos suspensos de caminhões vazios.

Ônibus ainda irão rodar por São Luís até segunda (28), de acordo com a SET, mesmo com a paralisação dos caminhoneiros (Foto: Reprodução/TV Mirante)

 

Transporte público

Em São Luís, os reflexos do protesto dos caminhoneiros são vistos em pontos de ônibus e terminais com muita gente esperando pelo transporte coletivo, já que os coletivos tiveram a sua frota reduzida em 70%, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís (SET). De acordo com o SET, a medida visa garantir um atendimento mínimo na cidade por conta da falta de combustível.

G1 Maranhão

Deixe uma resposta