Deputada Francisca Primo prestigia ‘Um dia de Campo’ em Buriticupu

A deputada Francisca Primo (PT) participou no último sábado, 23, em Buriticupu, do encontro denominado ‘Um dia de Campo’, que reuniu investidores do país no setor do agronegócio da plantação de milho e soja.

primoO evento – que aconteceu na fazenda Chapada Alta, de propriedade do produtor Ildemar Gonçalves – contou com o apoio das empresas multinacionais DUPONT; JOHN DEERE; IHARA; IMPERAGRO, dentre outras, que enviaram representantes. Os agricultores dos estados de São Paulo; Tocantins; Bahia, Piauí; Espírito Santo; Santa Catarina, Pará e, do Maranhão, também estiveram presentes, oportunidade em que tiveram acesso a informações sobre as condições favoráveis das terras buriticupuenses para o plantio da soja e do milho.

Ao destacar o grande potencial que o município possui – com solo favorável para o plantio de grãos – Francisca Primo afirmou que a região é um pólo produtivo e tem muito a ajudar no desenvolvimento do Maranhão.

“O setor do agronegócio traz nova esperança para a nossa região, com a oferta de mais empregos e mais divisas em forma de impostos”, acentuou a deputada, destacando ainda a instalação de novas indústrias de esmagamento de grãos, lojas de máquinas agrícolas, oficinas especializadas e implementos agrícolas naquela cidade.

BOA SAFRA

“Aqui, em Buriticupu, nós temos a melhor terra do Brasil para se produzir, pois aqui tem solo, clima e logística, que são as condições essenciais para uma boa safra”, afirmou o ex-prefeito Primo. Ele lembrou ainda que as fazendas de milho e soja, de Buriticupu, ficam localizadas às margens da BR 222 e da estrada de ferro Carajás, ficando apenas 420 km do Porto do Itaqui.

Ainda de acordo com o ex-prefeito Primo, em Buriticupu é mais barato plantar. Também lembrou que, enquanto a produtividade de grãos em Balsas, é de 50 sacas por equitare, em Buriticupu, a produtividade em período considerado médio, é de 60 sacas por hectare.

Deixe uma resposta