Avanço na educação: Flávio Dino comemora “a maior nota do IDEB da história do Maranhão”!

O governador e candidato à reeleição, Flávio Dino (PCdoB), usou as redes sociais para comemorar o crescimento no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) do Ensino Médio das escolas estaduais do Maranhão em 2017, que foi mais alto que a média maranhense.

Os dados do IDEB 2017 foram divulgados nesta segunda-feira (3). Para Dino, a nota representa uma vitória de sua gestão e um novo patamar para o estado, já que o Maranhão saiu do 21º lugar para o 13º nos três anos em que ele está à frente do governo.

“Cumprimos nosso objetivo de governo: elevação do nível da rede estadual de educação. Obtivemos a maior nota do IDEB da história do Maranhão e ingressamos em um novo patamar”, destacou Dino parabenizando os profissionais da educação o secretário estadual da pasta, Felipe Camarão.

O índice é medido a cada dois anos. Em 2015, primeiro ano do governo Flávio Dino, o IDEB maranhense teve a nota 3,1 e subiu em 2017 para 3,4. Durante o governo Roseana Sarney (PMDB) houve queda na nota do ensino médio maranhense. Em 2011, primeiro ano da gestão peemedebista, o IDEB registrou nota 3,0 e caiu para 2,8 em 2013, penúltimo ano da gestão Roseana.

O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do Ensino Médio da rede pública maranhense subiu de 2,8 para 3,4 entre 2013 e 2017, de acordo com dados oficiais divulgados nesta segunda-feira (3). O aumento foi de 21% nesse período. É a maior nota da história no Maranhão.

O Ideb representa a nota que o ensino de cada Estado recebe. O responsável pelos dados é o Ministério da Educação. O índice é medido a cada dois anos.

“Se você pegar os dados, vai ver um salto extraordinário da rede estadual do Maranhão. Nós pegamos com nota 2,8 e agora conseguimos 3,4. É a terceira melhor nota do Nordeste, atrás apenas de Ceará e Pernambuco, que investem há 20 anos em Educação. Temos a 13ª maior do país”, disse Flávio em entrevista à TV Brasil.

“Estou muito feliz e quero compartilhar com nossos colegas educadores. Mostramos que é possível fazer, motivar os estudantes, colocar de novos os professores motivados e acreditando na profissão; temos o maior salário do Brasil. Então estamos felizes e vamos continuar crescendo no Ideb”, acrescentou.

Escola Digna

O Ideb do Maranhão subiu em 2015 e 2017 porque Flávio Dino adotou uma série de mudanças profundas logo que tomou posse. O carro-chefe das transformações foi o Escola Digna, que já construiu e reformou mais de 800 colégios no Maranhão.

O programa também valorizou os professores, com treinamentos e salários. O Maranhão paga o maior salário para professores em início de carreira com licenciatura plena e jornada de 40 horas semanais. São R$ 5.750,83. Nenhum Estado em todo o Brasil tem uma remuneração como essa.

Deixe uma resposta