Absurdo: Enfermeira atropela covardemente dois cães em São Luís; Dona disse que vai processá-la

Um vídeo com requintes de crueldade começou a circular na manhã desta quinta-feira (16), em São Luís e deixou todos chocados. Trata-se de uma enfermeira, que a Polícia já identificou como Ana Giselly Ferreira Atan, que aparece atropelando covardemente dois cachorros, sem dó nem piedade. O crime aconteceu na última terça-feira (14), no Residencial Pinheiros. As cenas são chocantes.

O ato brutal logo ganhou as redes, onde mostra claramente que a intenção da condutora era matar os dois cachorros da raça Pastor Alemão, que atendiam pelos nomes de Duquesa e Pepe.

O veículo que Giselly trafegava era um Honda HRV, cor prata de placa PSV-9431. Após o atropelamento, os dois cachorros foram encaminhados ao veterinário. Pepe sobreviveu, mas ainda está mancando,  já Duquesa, não resistiu e morreu.

A dona dos cachorros, Leila Cristina, contou que na tarde da última terça-feira (14), aconteceu uma tentativa de roubo em sua casa, e Pepe e Duquesa fugiram após o ladrão perceber a presença dos cachorros e deixar o portão aberto.

Ambos tinham placas de identificação e são castrados. Recebi uma ligação dizendo que estavam com o Pepe. Perguntei sobre a Duquesa e me disseram que ela estava morta. Quando foi hoje de manhã vi meus amigos mandado mensagem e o vídeo do atropelamento dos meus cachorros. Ela atropelou meus cachorros a sangue frio”, desabafou Leila Cristina.

No Maranhão, a OAB, através da Comissão de Defesa e Proteção dos Animais, e o COREN (Conselho Regional de Enfermagem) se manifestaram publicamente, lamentando o episódio.

NOTA PÚBLICA

O Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA) vem através da presente nota esclarecer:

1 – Que repudia veemente o ato supostamente praticado pela profissional inscrita nesse Conselho onde ocasionou o atropelamento de dois cachorros em via pública, no dia 14 de agosto de 2018, conforme imagens divulgadas em redes sociais.

2 – Ato contínuo, informamos que iremos tomar as providências cabíveis em face a profissional envolvida no presente caso;

3 – Por fim, estaremos aguardando os desdobramentos do caso e acompanhando o trabalho das autoridades competentes para auxiliar no que for cabível.

A defensora dos animais número 1 do Brasil, Luísa Mell, já se manifestou sobre o caso e conversou com a dona dos cachorros. Veja abaixo o post na internet:

Deixe uma resposta