Prefeitura de São Luís segue com entrega de cestas básicas para famílias em vulnerabilidade social no Pólo Coroadinho

A primeira-dama de São Luís, Graziela Braide, acompanhou mais uma entrega de cestas básicas para pessoas em situação de vulnerabilidade social, ainda mais agravada pela pandemia de Covid-19. Desta vez, foram beneficiadas famílias acompanhadas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do bairro Coroadinho.

As cestas entregues são fruto de campanha lançada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam), no mês de junho, durante a Semana do Meio Ambiente. Na ocasião, o órgão trocou mudas de plantas por alimentos não perecíveis que compuseram as cestas básicas entregues nesta sexta-feira. As secretarias da Criança e Assistência Social (Semcas) e de Segurança Alimentar (Semsa) também participaram da ação que beneficiou 48 famílias.

De acordo com a primeira-dama, Graziela Braide, a solidariedade é fundamental para combater os efeitos da pandemia e a gestão do prefeito Eduardo Braide tem trabalhado com esse objetivo. “Essas doações de cestas que temos realizado de forma constante em São Luís é uma ajuda importante para todas as famílias que ainda estão sofrendo muito com essa pandemia. Muitas estão sem ter o que comer em casa e a Prefeitura de São Luís tem trabalhado para minimizar esses efeitos”, destacou a primeira-dama que estava acompanhada das secretárias Rosângela Bertoldo (Semcas), Karla Lima (Semmam) e pelo secretário da Semsa, Júnior Vieira.

Uma das famílias beneficiadas foi a de Eliciane Costa, de 35 anos. Segundo ela, o desemprego foi um dos motivos que a fez precisar da ajuda de amigos e vizinhos para manter a alimentação dos filhos em casa. “Logo no começo da pandemia eu e meu marido ficamos desempregados, e depois, sem que a gente tivesse planejado, eu engravidei. Agora, temos três filhos para criar, entre eles uma recém-nascida, e nada dessa pandemia passar nem mesmo de surgir trabalho para um de nós. Então, ajuda como essa proporcionada pela Prefeitura de São Luís é de grande valia para enfrentar esse momento”, destacou a dona de casa.

Assim como a família de Eliciane Costa, que recebeu uma cesta básica sortida de vários produtos que deverão ajudar na alimentação dela, dos filhos e marido pelos próximos dias, outras 47 também estão na mesma situação, com algum membro da família desempregado pela pandemia ou prejudicado por não ter tido mais a possibilidade de viver do trabalho informal em razão do coronavírus.

Ajuda

A secretária da Semcas, Rosângela Bertoldo, destacou a importância das doações. “A vulnerabilidade tem crescido em grandes proporções. Muitos perderam o emprego e ficaram sem dinheiro sequer para comprar o que comer. Por isso que uma ação como essa é muito importante e necessária, principalmente quando são coordenadas pelos Cras, que sabem exatamente que essa cesta básica vai realmente para uma família que esteja precisando”.

Os alimentos doados são fruto de campanha realizada pela Semmam durante a Semana do Meio Ambiente. “Os alimentos doados nesta ação são frutos da campanha Plante o bem. Nossa equipe se concentrou em quatro pontos estratégicos da capital, próximo a supermercados e apresentando a ideia para a pessoa abordada. Quem concordava doava um ou mais quilos de alimento em troca de uma muda. Assim, trabalhamos para uma cidade mais verde e solidária”, disse a titular da pasta da Semmam, Karla Lima.

“As famílias beneficiadas por essa entrega de hoje vivem em situação de extrema vulnerabilidade social e alimentar e são acompanhadas sistematicamente pelo Cras. Nós fazemos visitas domiciliares a essas famílias e percebemos a necessidade que cada uma tem enfrentado com essa pandemia”, destacou a coordenadora do Cras do Coroadinho, Sílvia Gonçalves.

Deixe uma resposta