Prefeitura de Raposa disponibiliza novo exame RT – PCR para detecção da Covid-19

A Prefeitura de Raposa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), disponibiliza um novo exame para detecção do coronavírus no organismo: o RT-PCR (sigla em inglês para Transcrição Reversa Seguida de Reação em Cadeia da Polimerase), considerado “padrão ouro” para o diagnóstico da doença.

O acesso ao exame está sendo disponibilizado na Unidade Mista de Raposa Drª Nemercia Dias Pinheiro, e por determinação da SEMUS, é feito mediante recomendação médica, garantindo maior agilidade no monitoramento.

“Somente quem pode indicar a necessidade do teste é o médico que vai considerar as condições clínicas do paciente, de acordo com os sinais e sintomas, e o tempo de manifestação da doença”, alerta a coordenadora de enfermagem, Sandra Cavalcante.

Visando a ampliação das ações de combate a Covid- 19, a SEMUS promoveu capacitação para operação da coleta do exame RT – PCR, em que é colhida a amostra do paciente, por meio de um swab nasal, isto é, cotonetes estéreis inserido na cavidade nasal.

O resultado pode ficar pronto em até 48h. Todos os resultados serão enviados em tempo real através do Sistema de Gerenciamento Laboratorial (GAL) do LACEN, e disponibilizados para a coordenação da Unidade Mista. Os seis primeiros testes RT-PCR realizados em Raposa, apresentaram quatro resultados positivos para Covid-19, e um negativo.

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Lúcia Carvalho, o objetivo do curso é garantir a oferta do exame para a covid-19 no município com qualidade e precisão, como forma de oportunizar o diagnóstico precocemente e instituir medidas de controle mais efetivas contra o vírus no município.

Independentemente do resultado, todos nós precisamos estar alerta e não descuidar, seguindo sempre as orientações sanitárias para evitar a propagação do vírus, sugere a secretária.

A Prefeitura de Raposa orienta que as pessoas  procurem a Unidade Mista logo nos primeiros sintomas da Covid-19, que podem ser febre, dor de cabeça, dor no corpo, mal-estar, calafrio, tosse, congestão nasal, diarreia, dor abdominal, falta de ar e perda do olfato e do paladar.

Reforçamos a importância do tratamento adequado para evitar que o quadro clínico se agrave. Não é necessário confirmar o diagnóstico por testes para iniciar o tratamento. Se, clinicamente, o paciente apresentar sintomas que sugiram Covid-19, já recebe tratamento e seu quadro de saúde será monitorado por profissionais capacitados.

Ainda segundo a secretária de Saúde, as ações para prevenir a Covid-19 continuam sendo realizadas pelas equipes da Saúde da Família e pela Vigilância Sanitária, por meio de ações de fiscalização para avaliação do cumprimento dos protocolos sanitário em ambientes que contribuem para a propagação do vírus.

Deixe uma resposta