Joabson Jr destaca ações do Ponto Limpo e lista projetos de educação ambiental que serão executados em São Luís

Ele é jovem, advogado, competente, foi candidato a vereador na última eleição, é uma liderança política forte e aceitou o desafio de presidir o Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís. Estamos falando de Joabson Jr, o homem do Ponto Limpo, que, em apenas cinco meses, já revolucionou o programa na cidade e aos poucos, vai deixando sua marca na gestão municipal de Eduardo Braide.

O Blog da Cristiana França fez uma importante entrevista com Joabson Jr e pôde conhecer exatamente como funciona o Ponto Limpo. Vamos aos principais pontos da entrevista.

O que é o Programa Ponto Limpo?

O comitê gestor, que existe desde 2017, é o responsável pelo programa Ponto Limpo, que está alavancando pontos da cidade. Logo no início deste ano, pesquisamos em outros Estados e o readequamos. O programa funciona da seguinte forma: ele revitaliza os pontos de descarte irregular histórico, a exemplo do que existia no bairro da Cidade Operária há mais de 20 anos, e hoje virou um jardim. Nós começamos o trabalho e a comunidade cuida com muito carinho. Sabemos que lixo também traz doença, e o Ponto Limpo, além de embelezar a cidade, traz saúde para o povo.

Como é o antes e depois ?

O comitê é ligado a Semosp, onde contamos com a  parceria da parte estrutural. Antes da criação do Ponto Limpo, a equipe técnica da Semosp faz toda uma preparação, analisa o que precisa, geralmente são drenagem, meio-fio, asfaltamento, e já executam todo o trabalho , deixam tudo alinhado para o local receber o ponto limpo. Hoje São Luís conta com mais de 500 pontos de descarte irregular mapeados, e que infelizmente surge mais um a cada dia, é uma grande luta para combater essa situação.

A população participa diretamente do programa?

Esse é um ponto muito importante e eu aproveito para dizer que a população participa ativamente dos locais, e isso é motivo de felicidade, pois desde que começamos essa gestão, todas as regiões que recebem o Ponto Limpo, a comunidade já começa abraçando, ou seja, já existe uma conscientização, se alguém pensa em colocar descarte no local, eles já proíbem de botar lixo, estão fazendo jus ao nome do programa, ajudando a manter realmente o ponto limpo.

Como são feitas as solicitações de novos pontos limpos? 

A população entra em contato conosco e solicita nossa visita, com o objetivo de criar um Ponto Limpo na sua localidade. Recentemente, a solicitação da Madre Deus veio via internet, a comunidade entrou em contato e isso nos ajuda muito, poder contar com esse apoio da população é fundamental, pois além de tudo, ela também fica responsável em  manter o ambiente sempre limpo e bonito. No bairro da Cidade Operária, por exemplo, temos um belo exemplo de conservação, pois quando revitalizamos o local fizemos todo o plano de manejo das mudas, e quando voltamos um mês depois já tinham várias outras, inclusive tem morador que plantou duas árvores em homenagem aos pais que infelizmente morreram de Covid, ou seja, plantaram cada uma para lembrar deles, e isso já mostra que a comunidade mesmo já está dando um significado ao espaço, e isso é muito gratificante.

Como está hoje o ritmo das entregas do Ponto Limpo?

A programação inicial seria entregar um por mês para a população, mas as demandas começaram a chegar de forma mais frequente e já chegamos a entregar um por semana, e queremos entregar 100 até o fim do ano, que pode ser até mais.

Quais são os outros projetos a serem desenvolvidos pelo CGLP?

No início do ano, elaboramos 15 projetos para os primeiros cem dias, mas a pandemia acabou atrasando a nossa programação. Um dos projetos trata-se do “Ilha Bela, Praia linda é Praia limpa”, onde iremos fazer a limpeza de toda a orla de são luís, ao lado dos secretários e do prefeito, para eles participarem pessoalmente e conhecer a realidade das praias; Temos também a Caravana da Limpeza, onde vamos escolher um bairro para passar o dia todo, conscientizando e educando de maneira ambiental , ensinando as práticas ambientais aos moradores. Já no âmbito da educação, criamos o “Comitê nas Escolas”, onde iremos ensinar as crianças a educação ambiental, como tratar o lixo da maneira correta, pois o futuro são as crianças. Vamos desenvolver também a Compostagem nas escolas, onde vamos transformar as frutas e verduras em novas frutas, composto orgânico, ensinar a cortar corretamente para reaproveitar. Tem também a blitz da limpeza, todos estão no ponto de serem executados, tão logo a pandemia acabe, nós vamos começar com força total todos esses projetos.

Como é a relação do Comitê Gestor com o Instituto Lixo Zero ?

O Lixo Zero é um Instituto muito sério, nos reunimos e partilhamos do mesmo objetivo: o de uma cidade cada vez mais limpa, sustentável , como se fala aqui em São Luís, foi um encontro de almas, onde unimos o útil ao agradável e discutimos sobre nossos projetos. A parceria já está forte, inclusive fomos premiados agora recentemente com o prêmio atitude cidadã, no que ficamos muito felizes e gratos. Mas a gente sabe que o lixo zero nunca acaba, mas estamos nos esforçando a cada dia para continuar a merecer esse título, e isso nos motiva mais ainda a manter a capital limpa. Acredito que juntos, vamos conseguir, e essa é uma parceria que deu muito certo.

Mensagem do presidente! 

Estamos a disposição para tornar o comitê cada dia mais democrático e participativo, pois aqui é feito de pessoas, que participam com requerimentos, denúncias, e é aí entramos em ação, com notificações , registros e as vezes em último caso, até multar. Aproveito também para reiterar nossa satisfação em já saber que a categoria dos agentes de limpeza já começou a vacinar, uma demanda que de pronto o Prefeito Braide atendeu e seguimos assim, vacinando cada vez mais para dar mais segurança a nossa população!

Deixe uma resposta